Google+ Badge

sexta-feira, 17 de abril de 2009

Avatar Voz do Além Os Caras Negras atacam novamente (como cineastas ainda por cima)


Enquanto o pessoal do Pirate Bay nesse momento já deve saber da sentença que o tribunal sueco está reservando para ele (estou escrevendo isso de madrugada, ainda não sei a sentença, mas veja no meu Twitter), os Caras Negras (nome que dei para os piratas somalis) perceberam que pirataria de verdade – não essas coisas que gravadoras chamam de pirataria – dá lucro. Eles atacam qualquer navio que pode conter alguma grana, e geralmente saem impunes do fato. Marinhas do mundo inteiro falam que eles são um problema, e orientam os navios de seus países a não passarem próximos da costa da Somália (você deve conhecer o país do filme Falcão Negro em Perigo). O problema é que eles esquecem é que a rota secundária, via Cabo da Boa Esperança não é lá muito melhor. Além de longa e sem uma passagem turística pela Europa via Mar Mediterrâneo, tem a fúria da natureza para colocar tudo a perder por esse caminho.
Agora os piratas deram um passo além e resolveram se tornar cineastas também. Os vídeos são uma espécie de prova que o navio foi realmente tomado, e que não foram depredados. Outra coisa apresentada nos vídeos – além do fato dos piratas terem mal gosto musical, e não terem comprado uma câmera de gente – é que a tripulação não foi atacada, ao menos enquanto a câmera estava ligada.

È mole...Agora os vídeos fazem sucesso na web por causa da sua exclusividade.>
Bom, mas nem sempre os casos de sequestro de navios são resolvidos a base da negociação. Domingo, dia 12, o próprio Obama deu ordens para matar os piratas que estavam mantendo como refém o capitão do navio Maersk Alabama, o capitão Richard Phillips. Enquanto um pirata negociava a entrega do capitão, outros no barco supostamente iam mata-lo, e aí entrou em campo os snipers, que deram cabo dos três somalis que estavam no convés, após eles apontarem suas AK-47 para Phillips.

E para completar a ação, o capitão foi resgatado com vida!

Aprendeu como é que se combate a pirataria MPAA?

Fonte: blog nerdssomosnozes


O que está acontecendo

Estamos retrocedendo atitudes, ações e pensamentos, que havia sido abolidas da sociedade por temos chegado a um estado de consciência onde notamos que tais ações, atitudes e pensamentos, já não cabia para uma convivência pacifica e harmoniosa em sociedade estão de volta e com força total.
Voltamos a escuta hoje noticias que relatam ações, de violência barbaras que até então só víamos em filmes de época. são filhos matando os pais, pais violentando filhos, roubo e assassinatos em família, falta de respeito ao próximo, injustiças em serie,agora os piratas então voltado tomado navios e seus ocupantes de assalto.
Eu me pergunto porque estamos retrocedendo? O que está afinal acontecendo com a humanidade? Será o fim nos tempos, como os crentes gostam de falar. O homem esqueceu seus princípios básico, do amor ao próximo, do respeito mutuo enfim estamos esquecendo de viver para sobreviver entre as trevas em que o mundo está se transformado.

Sabe como surgiu o ditado "Casa da mãe Joana".


Joana viveu no seculo XIV, foi rainha de Nápoles, e exilou-se em Avignon, França, depois de ser acusada de conspiração, ela regulamentou os bordéis da cidade com uma norma:"O lugar terá uma porta por onde todos possam entrar", Joana podia até ter boas intenções, mas acabou assassinada em 1382.
A expressão "casa da mãe Joana",foi para Portugal e veio para o Brasil. como um lugar onde cada um faz o quer quer, onde imperam a desordem,a desorganização e o desmado.

O Brasil é mesmo a "casa da mãe Joana", "Viúva de senador converte cota de passagem aérea em dinheiro"

O Senado transformou em dinheiro a cota de passagens aéreas deixada pelo senador Jefferson Péres (PDT-AM), morto em maio de 2008, e deu o valor para a sua viúva, revela reportagem de Andreza Matais, publicada na edição de hoje da Folha (a íntegra disponível para assinantes do UOL e do jornal). A conversão foi feita a pedido da viúva Marlidice Péres, que é juíza estadual aposentada.

De acordo com a reportagem, ela recebeu R$ 118.651,20 referentes à cota que o senador não usou de janeiro a abril de 2008.

A reportagem informa que esse procedimento não é previsto no ato do Senado que regulamenta o uso de passagens, mas foi liberado pelo então presidente do Senado, Garibaldi Alves (PMDB-RN).

À Folha Marlidice afirmou que o Senado "tem tanto desperdício de dinheiro público", que o pagamento a ela não pode ser considerado ilegal, pois a cota de passagem era do seu marido e, portanto, lhe pertencia.
Fonte:Folha Online
Leia a notícia completa na Folha desta sexta-feira, que já está nas bancas

Voltei!!!!!!!!!!!!

Aproveirei meu niver para da uma descasada e fiquei sem blogar !
Agora estou de volta com todo gás bjossssssssssss