Google+ Badge

sábado, 14 de agosto de 2010

Livro para colorir de luxo O Les 4 Mondes é uma criação divertida da lendária marca francesa Hermès

A Hermès é expert quando o assunto é criar itens que se transformam em objetos de desejo feminino. Além de seus tradicionais produtos, a marca já investiu em braceletes de papel e agora lançou outra fofurice: um livro para colorir.

+ Bandas indie para colorir

O Les 4 Mondes é composto por 12 páginas com 24 desenhos que remetem aos famosos e cobiçados lenços da grife. O livro, um verdadeiro item de luxo, está à venda no site da empresa por nada menos do que US$ 130.
Livros de colorir em geral são produtos voltados para o público infantil, mas adultos loucos pela nova aposta da Hermès é o que não devem faltar! Você acha que vale o investimento?

Tênis para colorir

The Sneaker Colouring Book traz imagens de modelos clássicos de várias marcas para customizar em casa


Livro traz 100 modelos de 18 marcas diferentes desenhados em preto e brancoMuita gente tem saudade daqueles livros para colorir tão usados na infância. Você já viu aqui um lançamento que trazia imagens e jogos associados às bandas da cena musical independente, pois agora chegou mais uma opção que vai alegrar adultos nostálgicos fãs de moda e design: o The Sneaker Colouring Book.

Idealizado pela dupla de ilustradores Daniel Jarosch e Henrik Klingel, o livro tem 216 páginas com 100 modelos lançados por 18 marcas superfamosas como Nike, Puma, Adidas e Converse, entre outras, desenhados em preto e branco.  Muito além da cor, dá para customizar os modelos criando texturas diferentes, fazendo desenhos e até aplicando pedaços de tecido, e liberar de uma vez por todas o designer que há em você!      Já é possível fazer reservas pelo site da Amazon por 8,42 libras - o equivalente hoje a pouco mais de R$ 22. Até que sua encomenda chegue, dá para ir se divertindo com os modelos abaixo
Na hora de customizar, vale criar estampas, texturas e até fazer aplicações com tecidos de verdade

Japão fashion

As japonesas estão cada vez mas atendadas com o mundo fashion e fazem seu próprio estilo olha que look  lindo dessa garota.
氏名:おきみんこふ
年齢:18

職業:ミューズ音楽院
コーディネート:黒
よく読む雑誌:フルーツ
好きなショップ:Dog、キタコレ
(Nome: Fu Min isso Idade: 18Mas sabe qual o detalhe que mas me chamou atenção? a bolsa que nada mas é que dois disco de vinil lembram !!

Profissão: estudante Conservatório de Moda
Coordenação: Preto
Freqüentemente lêem revistas: sempre
Loja Favorita: Dog, Kitakore


Bem na era da reciclagem esta bolsa atem tudo de bom ale´m é claro de ser linda.

Livro Who What Wear: trazendo estilo pro dia a dia

Eu quero este livro!!!!!!!

O livro custa $13 no amazon e é super cheio de dicas e informações para acrescentar estilo e bom gosto no seu visual. Ele encoraja as leitoras a se conhecer melhor e suas preferênças fashions usando a inspiração e um quadro de inspiração. Ele não tenta reinventar a roda e dá dicas úteis, fala das melhores escolhas pro dia-a-dia, como conhecer melhor seu bio-tipo ( o que funciona ou não funciona para você), como trazer as tendências da moda para o seu guarda roupa e quando vale ou não vale a pena investir nesses “trends”.



As autoras tem um blog que deu origem ao livro visistem:Who What Wear






sexta-feira, 13 de agosto de 2010

FASHION ACCESSORIES: COMPLETE 20th CENTURY SOURCEBOOK

Acessórios são tão importantes quanto as roupas, afinal podem transformar ou destruir uma produção. O livro “Fashion Accessories: Complete 20th Century Sourcebook” mostra em ilustrações a evolução de chapéus, gravatas, sapatos, echarpes etc. ao longo do século XX. O autor, John Peacock, já escreveu vários livros sobre história da moda e este promete agradar figurinistas e designers. Pode ser encomendado pela Livraria Cultura por R$ 97,55.

A HISTÓRIA DA VESTIMENTA – AUGUSTE RACINET

Auguste Racinet escreveu no final do século XIX o que até hoje é o livro mais abrangente e detalhado sobre a história da vestimenta. Em 1888 foi consolidado sua versão em seis volumes, que tratam desde a antiguidade até o final do século XIX, e engloba do Ceilão aos Inuits, passando pela Europa, Rússia, Escandinávia etc. O livro é único pela sua atenção aos detalhes e a edição da Taschen manteve a classificação por culturas e épocas que facilita a leitura. Certamente é um livro indispensável para designers, estudantes, historiadores, ilustradores ou simplesmente quem admira um livro bonito. O livro pode ser adquirido na Livraria Cultura por R$ 199,90. O Modismo tenta não falar só dos livros da Taschen, mas é difícil, já que eles só sabem fazer livros surpreendentes.




Meus livros

Amigos eu faço curso de design moda e depois de entrar nesse universo estou me maravilhando com os livros que adquirir no decorrer desses três semestre, abaixo segue  uma relação da minha pequena biblioteca para esse curso.


  1. Essential fashion Illustration  -  Maite Lafuente
  2. Desenhando com o lado direito do cérebro - Betty Edwards (Copia)
  3. Discursos da Moda semiotica,designe corpo - Kathia castilho (copia)
  4. Sintaxe da linguagem visual - Donis a. Dondis (copia)
  5. A mão livre a linguagem do desenho - Philip hallawell
  6. Arte e Design - Eliseu Visconti 
  7. Egípcios Antigos -  Fiona Macdonald
  8. Astecas e Maias - Fiona Macdonal
  9. Historia da arte manerismo,barroco e rococó - Folio
  10. Historia da arte Roma e Bizáncio - Folio
  11. A rainha da moda - Caroline Weber
  12. História do vestuario - Carl Kohler
  13. O paraiso das damas - Zola
  14. Pequena Historia da arte - Dílio Battiston Filho
  15. O império do Efêmero  - Gilles Lipovetsky
  16. Produção estética - Rosaen Preciosa
  17. Fio a Fio tecido, moda e linguagem - Gilda Chataignier
  18. Historia social da moda - Daniela calanca
  19. Iniciação a historia da arte - H. W. Janson e Anthony F. janson
  20. Desenho de Moda e anatomia - Desise Voss
  21. Costune 1066 to the prsent - Jonh peacock
  22. desenho para design de moda - Ángel fernádez / Gabriel Martins Roig
  23. Historia ilustrada do vestuário - Melissa leventon
  24. Vestidos Del Mundo - Melissa leventon
  25. The fashion book - Phaidow
  26. Fashion design - Sue Jenkyn Jones
  27. O pequeno dicionário de moda - Cristian Dion
  28. Moda do século - François Baudot

    Estes 28 adquirir nos dois semestres passados e agora minhas mas novas aquisições para este semestre :

  1. Markenting  & Moda - Marcos Cobra
  2. Pesquisa e design - Simon Seivewright
  3. tecido e Moda - Jenny udale
  4. Fundamento do design de moda - Jenny udale e Richard Sorger
  5. Inventando moda - Doris Treptow
  6. Catalogo de Diseno - Evegreen
  7. Wrap & Drape fashion - historym design e Drawing - Drudi
  8. Los estampados en la moda - Macarena  Sam martins
  9. 100 anos de ilustração de moda - Cally Blackman (este encontreo no site Amazon.com)

Bem amo livros e já tenho uma biblioteca muito eclética to amando acho que hoje sinceramente devo ter hoje entres  1000 e 1200 livros entre romances, clássicos, técnicos e outros





» Livros de moda pela metade do preço | Descolex

» Livros de moda pela metade do preço Descolex
Site mundial de resumos

Shvoong
Site mundial de resumos



Shvoong
Site mundial de resumos

A arte da possibilidade.

Resumo escrito:titaflower
Caros amigos

Recebi este artigo de um site de job e achei legal coloquei aqui para vocês lerem bjoss

A arte da possibilidade.

Num ano de Olimpíadas, prepare-se para uma overdose de artigos, debates e ensaios lastreados em temas esportivos. As empresas acreditam-se modernas, atuais, antenadas com o momento ao optarem por atletas, técnicos, comentaristas e toda sorte de profissionais - ou ex-profissionais - vinculados ao esporte como a solução mágica para questões do mundo corporativo.

É inegável que podemos encontrar no desporto grandes metáforas à realidade de empresas e profissionais. Assim, Ayrton Senna era exemplo de excelência; Robinho, sinônimo de ousadia; Oscar Schimidt, ícone da obstinação; Pelé, referência em marketing pessoal. As corporações também podem alcançar inspiração nas lições de gerenciamento e liderança legadas por Vince Lombardi (ex-técnico de futebol americano) ou, mais recentemente, Bernardinho, coach da vitoriosa equipe de vôlei masculino do Brasil, dentre tantos outros exemplos.

Embevecidos que ficamos com as fascinantes conquistas perpetradas pelos atletas, diante de sua superação e espírito de cooperação que envolve e transforma uma equipe, deixamos de notar que a realidade do universo empresarial é evidentemente distinta, muito mais complexa, de modo que muitas lições apenas não são aplicáveis e ponto.

Nos esportes, há regras claras e um ou mais juízes preparados para emitir um parecer instantâneo, ainda que por vezes inidôneo. Já o mercado insiste em burlar leis, romper contratos, ignorar regras. E a justiça, por sua vez, tem braços largos, porém lentos; olhos abertos, porém vendados.

Foi dentro deste contexto que encontrei uma metáfora mais adequada para argüir sobre liderança empresarial. Ela advém de uma outra arte: a música.

Observe uma orquestra. Seja ela uma orquestra de câmara (formada por poucos membros), uma sinfônica (mantida por uma instituição pública) ou filarmônica (sustentada por recursos privados), é constituída por diversos músicos e variados instrumentos, divididos em quatro grandes grupos: cordas, madeiras, metais e percussão, cada qual produzindo isoladamente um som característico.

Enquanto num esporte coletivo a equipe pode alcançar a vitória graças a um lampejo de genialidade ou sorte de um único atleta, mesmo com uma atuação medíocre em toda a partida, numa orquestra todos contribuem com o êxito do resultado final. Por isso, o produto que entregam é uma "sinfonia", ou seja, todos emitindo o mesmo som.

Este objetivo é alcançado através da mediação de um personagem em particular. Trata-se do maestro, aquele mesmo que permanece em destaque durante a apresentação, tem sua foto estampada na capa de CD's e DVD's, profere palestras e concede entrevistas, mas que curiosamente é o único músico que não emite um único som.

Aprendi com Benjamin Zander, regente da Orquestra Filarmônica de Boston desde sua fundação, em 1979, que o papel do líder não é conquistar poder, mas tornar os outros poderosos. Permitir aos seus colaboradores que se transformem num novo tipo de ser, migrando do individual para o coletivo, de um ser isolado para um ser conectado.

No vídeo "A Arte da Possibilidade", distribuído com exclusividade no Brasil pela Siamar, Zander compartilha suas experiências, instruindo-nos que um regente é um arquiteto das possibilidades do grupo. Sua missão é explorar estas possibilidades, mergulhando no âmago de cada membro de sua orquestra com o intuito de desvendá-los, ou seja, remover-lhes a venda que encobre o talento e o potencial de cada músico.

Costumo dizer que o líder é aquele capaz de conduzir as pessoas juntas e em direção a uma mesma visão, levando-as até onde não iriam se estivessem sozinhas. Ele vislumbra qualidades extraordinárias em pessoas comuns, potencializando-as, permitindo-lhes oferecer ao mundo o que têm de melhor. Não se trata de persuasão, mas de inspiração. Inspiração que nutre o entusiasmo, estimula a criatividade e promove a excelência.

Seguro de que todos podem fazer a diferença, Ben Zander estabeleceu um interessante critério para motivar seus pares. Ele sempre confere a nota máxima em uma audição preliminar, exatamente quando o músico está mais sensível e inseguro. Depois, solicita a cada músico que lhe escreva uma carta justificando como fará para merecer tal avaliação ao final de um semestre. O propósito é dar ao profissional uma dimensão de suas possibilidades de realizar e não a mera expectativa de alcançar. Afinal, é preciso fazer silenciar aquela voz na cabeça que em situações críticas procura nos constranger e apequenar, sentenciando: "Você não vai conseguir!".

"Citação do site universia"

* Tom Coelho, com formação em Publicidade pela ESPM, Economia pela USP, especialização em Marketing pela Madia Marketing School e Qualidade de Vida no Trabalho pela USP, e mestrando em Gestão Integrada em Saúde do Trabalho e Meio Ambiente pelo Senac, é consultor, professor universitário, escritor e palestrante. Diretor da Lyrix Desenvolvimento Humano, Diretor Estadual do NJE/Ciesp e VP de Negócios da AAPSA. Contatos pelo e-mail www.tomcoelho.com.br.


A arte da possibilidade. Originalmente publicado no Shvoong: http://pt.shvoong.com/society-and-news/news-items/1867122-arte-da-possibilidade/

O indivíduo moda e comportamento

No principio o indivíduo era centrado unificado, achava-se que sua personalidade emergia ao nascer e que era desenvolvida com o passar dos anos, mas que permanecia a mesma sem alterações naturais, sociais e ou culturais.

Porém o que se vê nos dia de hoje é a perda do sentido do si, o deslocamento ou descentração do sujeito tendo em vista as muitas intervenções que o individuo sofre, ou seja, a identidade é definida historicamente e não biologicamente como se pensava. O sujeito se multiplica e se fragmenta em vários eus e assume identidades diferentes para diferentes momentos de sua vida sem se preocupar em unificá-la em um único eu.

E por está se descentrando do seu eu e do seu mundo social sofre crises de identidades, por que a identidade do sujeito só se torna questão quando está em crise. Aí vemos que algo que achávamos que era fixo e estável, a na verdade é mutante e mutável permeável de dúvidas e incertezas e nos perguntamos: é o indivíduo que está mudando ou o mundo atual a modernidade que muda em constante transformação.

O sujeito que nasce nessas contradições é pura possibilidade de entrecruzamento, dilemas e diferenciações. Aqui temos varias identidades postiças que são diferentes e contraditórias, no entanto devemos entender que na modernidade é possível uma multiplicação de identidades, porque o corpo dessa forma torna-se ,mas um instrumento de expressão do indivíduo dentro do todo, que é a sociedade. E com ajuda do corpo cada um demonstra aos outros sua maneira d e ver e reagir ao mundo, os pensamentos trabalham como ordenamento de mundo, (social, cultural e histórico), que vê.

O sujeito expressa identidades se tatuando ou participando de determinados grupo social, cada indivíduo utiliza a modificação corporal de sua escolha para assim ser inserido em determinado grupo social com o qual se identifica, são as diferenças que nos fazem vê nossa própria identidade, ou seja, a identidade passou a ser definida, mais pelo estilo de vida que pelo status sócio econômico, usando o consumo como meio de manipular a apresentação de sua identidade.

o consumo tomou uma dimensão estratosférica porque a partir do consumo da moda ou do que está em moda, o sujeito usa uma faceta ou fragmento da sua personalidade sem perder seu eu central com isto, a moda associa-se crescentemente a formas diferentes de transforma o corpo de acordo co valores morais e estéticos dos indivíduos.

Porque moda é um fenômeno cultural que antecipa a produção do sentido e a materialização dos significados, mas profundo dos nossos desejos secretos aqueles que guardamos no nosso intimo. Hoje em dia os conflitos são mais identitários, (religião, cultura), que ideológicos, (comunismo, capitalismo), como já foi um dia.

Portanto, atualmente existem inúmeras formas de identidade e essas apesar de serem muitas vezes contraditórias acabam se cruzados e podem até se completar. E uma coisa que ajuda a transforma tudo isso é a "MODA". Porque moda nada as é que as expressões e mudanças sócias culturais que se aceleram aos poucos a partir da idade média e início do renascimento e que continua hoje e sempre, por isso moda também pode imprimir idéias, fatos, comportamento e sentimentos, assim sendo a moda é uma testemunha do poder dos ser humano enquanto indivíduo para se transforma, transmutar e se reinventa em mil artimanhas para exibir sua personalidade.

Por: Rita Gomes

Brasil tem seis universidades no ranking das 500 melhores do mundo

PARIS (AFP) - A classificação 2010 das 500 melhores nstituições de ensino superior do mundo, realizada pela Universidade de Comunicações de Xangai, coloca os estabelecimentos americanos na liderança, ocupando 17 dos 19 primeiros lugares.

O Brasil tem seis instituições na lista, todos abaixo das 100 melhores classificadas: Universidade de São Paulo (USP), Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Universidade Estadual de São Paulo (Unesp), Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).
A americana Harvard é o número um, e Berkeley cede o segundo lugar a Stanford. Apenas as britânicas Cambridge (5º) e Oxford (10º) estão entre as 10 melhores, ao lado das americanas.


Três estabelecimentos franceses estão na lista dos 100 primeiros: Pierre-et-Marie-Curie, no 39º lugar (uma situação melhor, em relação ao relatório de 2009); Paris-Sud Orsay está no 45º (dois rankings perdidos) e a École Normale Supérieure (ENS-Ulm), no 71º (recuo de um lugar).
Divulgada desde 2003, esta classificação mundial é tão esperada quanto criticada, notadamente na Europa - na França, em particular.     Os critérios são relacionados essencialmente à performance em matéria de pesquisa, em detrimento da formação: o número de prêmios Nobel recebidos, as medalhas Fields (o equivalente ao Nobel em matemática) e artigos publicados em revistas e periódicos unicamente anglo-saxãos. Os francófonos não são levados em conta.
A União Europeia pretende construir até 2011 sua própria classificação, que contará com uma verdadeira "cartografia" por disciplinas, concebida como ajuda aos estudantes para sua escolha.
O assunto pode ser consultado no site www.lesechos.fr/medias/2010/0812//020719898737_print.pdf



quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Os jeans do futuro: verão 2011 virá leve e confortável

Leveza e conforto são as palavras-chaves para o jeanswear no verão 2011. Pelo menos, se depender das grandes tecelagens. Canatiba, Vicunha e Tavex foram unânimes ao usar os adjetivos “leve” e “confortável” para descrever o que vem por aí.
Seguindo as mesmas direções apontadas pelo bureau de tendências WGSN, que usa “simplicidade modesta”, “workwear”, “vintage” para explicar os rumos da próxima estação, o que deve aparecer é um jeans claro e com toque muito suave em peças como “vestidos, macacões e shorts”, segundo Marli Guth, gerente de marketing da Canatiba.
Outra aposta citada pelas três empresas é a jegging – todas produziram opções de jeans com elastano para a confecção da calça. “Vivemos dois opostos, de um lado, o rústico, com um jeans mais limpo, menos carregado, leve e com volume, e, do outro, temos a silhueta muito justa e do jeans strech”, explica Sueli Pereira, gerente de moda e desgin da Tavex.
Marmorizados, manchados, resinados e respingados, que já apareceram no inverno 2010, continuam. Novidade: “O color denim está voltando com tudo. Principalmente em cores fortes como verde, rosa, roxo, amarelo”, diz Renata Guarniero, gerente de marketing da Vicunha. E mais, “as cargos em versão skinny também”, finaliza. Vai encarar?

Lady Gaga confirma a tendência dos fios grisalhos na capa da Vanity Fair de setembro

Ao que tudo indica, a moda dos cabelos brancos deve continuar firme e forte. Prova disso é a capa da edição de setembro da revista Vanity Fair em que a cantora Lady Gaga aparece com os cabelos grisalhos.




Para completar, unhas com esmalte do mesmíssimo tom dos fios.



E você, o que acha da moda que também já passou pela cabeça de Kate Moss?

Gisele Bundchen Quer te Segredo UM Contar

A top model brasileira Gisele Bündchen, linda Como Semper, Está no Brasil de fotografar a nova Campanha da Pantene e aproveita Inovações n apresentar e Lançamentos da linha de tratamento Pantene Pro -V, Que vai deixar qualquer mulher com OS Cabelos de Gisele.
Não perca um Transmissão ao vivo do Evento , Nesta quinta - feira (12 de Agosto ), na Página da Pantene Brasil no Facebook (http://www.facebook.com/cabelodegisele), A partir das 11 horas.
Além de apresentar como novidades , Gisele Bündchen vai Revelar o Segredo do Seu Cabelo em Uma Entrevista Exclusiva . Não Deixe de compartilhar com Novidade ESSA SEUS Amigos .   Fashion Bubbles Também vai Estar lá e vai Contar Tudo em Primeira Mão .
Não perca . Um Segredo Como Esse Não se Escuta dia todo

 
 
 

terça-feira, 10 de agosto de 2010

http://www.youtube.com/watch?v=eoAa7r7yP5k








Concurso cultural: "Fashion a la Gaga"

Participe do concurso cultural "Fashion a la Gaga" e concorra a vários prêmios (veja fotos abaixo), incluindo até uma mecha de cabelo de Lady Gaga. Leia todo o regulamento e veja como se inscrever:
REGULAMENTO DO CONCURSO CULTURAL "Fashion a la Gaga"



1. A promoção cultural “Fashion a la Gaga!” será válida em todo território nacional, no período compreendido entre os dias 1 (um) de julho a 16 (dezesseis) de agosto de 2010, período na qual os participantes deverão responder a seguinte pergunta: “Se você pudesse usar um dos looks da Lady Gaga, qual você usaria, aonde e por que?” nesse link http://www.musicreg.net/checkform?force_form=1&form_id=8322

2. Os participantes do concurso deverão preencher todos os campos obrigatórios do formulário. O prazo final para envio das respostas é até 12h00 do dia 16 de agosto de 2010.

2.1 Cada participante poderá enviar uma resposta por e-mail, caso o participante possua mais de um e-mail ele poderá participar com mais de uma resposta.

2.2 Estarão automaticamente desclassificados os participantes que enviarem respostas que fujam ao tema do concurso ou cujos dados pessoais estiverem incompletos ou incorretos.

3. A comissão julgadora, formada por membros da Universal Musica e da Editora Globo, com base nos critérios de criatividade e adequação ao tema, escolherá as 3 melhores respostas enviada pelos participantes. Classificando em: 1º (primeiro), 2º (segundo) e 3º (terceiro) lugar.

4. Os autores das melhores respostas serão contatado por e-mail, telefone, fax ou telegrama no dia 20 de agosto de 2010.

5. O resultado do concurso será divulgado no site da revista Criativa e QUEM a partir do dia 20 de agosto de 2010.

6. Os participantes ganhadores serão premiados com:

1º Lugar

· 1 (um) Box Edição Super Deluxe do Álbum The Fame Monster. Incluindo além do álbum The Fame Monster (2 cds): 1 (uma) quebra cabeça, 1(um) óculos 3d, 1 (um) livro com fotos exclusivas de David La Chapelle e 1 (uma) mecha de cabelo da Lady Gaga.

2º lugar

· 1 (um) fone de ouvido Lady Gaga

3º lugar

· 1 (um) pen drive da Lady Gaga com todo conteúdo do álbum

7. Os prêmios são individuais, intransferíveis, não passíveis de troca e não poderão ser convertidos em dinheiro.

8. Os ganhadores receberão seus prêmios, via correio, em até 30 dias após a divulgação do nome do ganhador. Os prêmios serão enviados para o endereço informado no e-mail de participação.

9. Os participantes deste concurso transferem à empresa promotora, sem nenhum ônus e em caráter definitivo, plena e totalmente, todos os direitos autorais sobre o referido trabalho, para qualquer tipo de utilização, especialmente na divulgação do resultado deste concurso. No mesmo momento, os ganhadores, ou responsáveis, autorizam a Editora Globo a publicar nas revistas e sites da Quem e Criativa seus nomes e fotos.

10. Os participantes deste concurso declaram que são únicos e exclusivos titulares dos direitos autorais das respostas enviadas, declaram ainda que as mesmas são originais e não violam quaisquer direitos de terceiros ou direitos conexos.

11. Trata-se de um concurso de caráter exclusivamente cultural, sem nenhuma modalidade de sorteio ou pagamento, sem ser vinculada à aquisição ou ao uso de qualquer bem, direito ou serviço. É aberta a toda e qualquer pessoa residente em território nacional, exceto para funcionários da Editora Globo, nos termos do artigo 3 da Lei n.º 5.768, de 20 de dezembro de 1971, regulamentada pelo Decreto n.º 70.951, de 9 de agosto de 1972, sendo vetada também a participação de quaisquer outras pessoas envolvidas na organização deste concurso.

12. A simples participação neste concurso de incentivo à criatividade implica total conhecimento e aceitação irrestrita deste regulamento.


Veja fotos dos prêmios:


 


 
 
 
 
Fonte:revistaquem.globo.

O que é isto???????????

Sinceramente quando vi estas fotos não conseguir imaginar como um estilista pode fazer a roupa da primeira dama com o mesmo tecido e ou estampa de um sofá... no mínimo é muito bizarro.



3D impresso sapatos adjudicado mais » criativa " em Mittelmoda

Estilista holandês Pauline van Dongen foi adjudicado " prêmio mais criativa coleção 'no Mittelmoda evento de 2010. A coleção que desenhou para sua formatura no - Artez Academia de Belas Artes de Arnhem incluído um par de sapatos de salto alto engenharia E concebido em colaboração com a liberdade de criação . Os sapatos de salto alto são produzidos a partir de sinterização seletiva a laser Impressão 3D tecnologia. Mittelmoda é um dos mais procurados e concursos de moda, bem conhecido a nível internacional . Criado em 1993 , o projeto Mittelmoda tem vindo a desenvolver uma rede internacional de contatos com mais de 620 escolas de design de moda em 66 países, tornando-se assim uma oportunidade concreta de troca e de comparação para a criatividade internacionais.

Impressora 3D diminui o desperdício na produção têxtil

Pode parecer estranho, mas a sustentabilidade em muito tem a ver com a produção têxtil de tecidos tridimensionais. A tecnologia utilizada na confecção de tecidos 3D não gera desperdícios, utiliza materiais recicláveis e ainda diminui o tempo do processo fabril.   O designer Jiri Evenhuis, em colaboração com Janne Kyttanen do estúdio Freedom of Creation, foi o primeiro a desenvolver a ideia de usar impressoras 3D para a criação de peças. "Esse processo é mais eficaz, já que substitui a agulha e a linha e não é necessário produzir metros de tecidos e, em seguida, cortar e costurar", afirmou Evenhuis.          Depois de dez anos da primeira experimentação, o pesquisador e designer Philip Delamore, da London College of Fashion, está produzindo uniformes utilizando o software. O programa converte os dados do corpo em três dimensões e produz roupas flexíveis e sob-medida, conforme as estruturas do tecido.
No site da Freedom of Creation (www.freedomofcreation.com) você pode conferir as peças e ainda outros objetos que utilizam a mesma tecnologia.

Fonte:Portal EcoD, Atualizado:

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

WGSN irá sortear assinatura anual no Prêmio Francal Top de Estilismo 2010

Líder mundial em pesquisa online, análise de tendências e notícias para a indústria de moda e estilo, o WGSN é uma referência para todos os profissionais que trabalham com moda, decoração e design. Em uma ação inédita no setor de calçados, oWGSN firmou uma parceria com a Francal para a próxima edição do Prêmio Francal Top de Estilismo, que está com inscrições abertas e terá cerimônia de premiação no dia 18 de outubro.      O portal irá sortear, entre os 15 vencedores desta edição do prêmio (três em cada uma das cinco categorias), uma assinatura anual para que o futuro designer possa aumentar as oportunidades de seu desenvolvimento profissional na área.Outros dois vencedores serão contemplados com bolsa de estudos de três meses na Moda Pelle Academy, uma das mais importantes escolas de estilo em calçados e bolsas do mundo, com todas as despesas de viagem e estadia patrocinadas pela Francal .

Para mais informações sobre o 16º Prêmio Francal Top de Estilismo, visite o site:http://www.francaltopdeestilismo.com.br/2010
Data e Local : 25 a 27 de agosto de 2010

quarta-feira
das 8h às 20h

quinta-feira
das 9h às 20h

sexta-feira
das 9h às 16h

As Formas do Costume – Entenda as bases do vestuário contemporâneo

Há milênios, as formas do costume (entenda-se costume como traje, roupa, vestuário) permanecem intrinsecamente iguais e podem ser sintetizadas em cinco arquétipos que servem de base para todo o vestuário contemporâneo, com as devidas modificações de estilo que ocorrem a cada temporada, conforme a moda vigente no momento.


01. Enrolada ou Drapeada

Esta é a mais antiga forma de cobrir, proteger, adornar o corpo, ilustrada pelas peles de animais usadas pelo homem pré-histórico, pelo Schenti dos egípcios, pelo Himation dos gregos, pelos Pareôs dos Ilhéus do Pacífico Sul e pelas saídas de praia de hoje.


Drapeados no Egito Antigo. Foto: À moda do rei / Himation grego. Foto: Classical Art Research Centre


Vestido da estilista francesa Alix Grès, que tornou-se famosa devido ao seu trabalho com drapeados.Foto: OurFashion /
Drapeados do vestuário grego, via blog GRUNDNIG 02. Panejamento com Orifício
É o traje que se veste pela cabeça através de um orifício, pendente dos ombros, representado pela Paenula romana, Tabardo medieval, Poncho sul americano e versões atualizadas.



Paenula via blog New Liturgical Movement /Tabardo era o “casaco” medieval era colocado sobre a armadura. Imagem: Orlando Bloom no filme Cruzada
Paenula via blog New Liturgical Movement /Tabardo era o “casaco” medieval era colocado sobre a armadura. Imagem: Orlando Bloom no filme Cruzada
Vestido de Alexander McQueen remete aos vestidos da antiguidade, em forma de tubo. Foto: Net-a-porter
Cnfeccionado com várias larguras de tecido fechadas e costuradas, moldado ao corpo e dotado de mangas, essa forma de roupa, representada pelo quíton grego, túnica jônica, gandourah oriental, transformou-se com o tempo no corpinho, na blusa, na camisa, nos tops contemporâneos


Imagem do blog The Costumer’s Manifesto




Traje Costurado na Vertical

Feito com vários comprimentos de tecido reunidos no sentido longitudinal, esse traje cortado costurado e cruzado na frente é ilustrado pelo kaftan, pelo tulup, por Sobretudos e manteaux que atravessaram séculos de história da moda e continuam em uso em novas versões

Nando Reis com figurino Rita Comparato, Peças são para projeto "Bailão do Ruivão", da MTV

Nando Reis completa 15 anos desde o lançamento de seu 1º disco solo. Para comemorar, vai gravar seu novo trabalho nos dias 11 e 12 de agosto, num projeto da MTV intitulado "Bailão do Ruivão - Nando Reis e os infernais", que contará com participações de Zezé di Camargo e Luciano, e da banda Zafenatte.



O toque especial fica por conta do figurino, assinado pela estilista Rita Comparato. Para o músico, ela desenhou uma camisa lilás, colete cinza-rato e calça preta. A produção das backing vocals conta com macacão de lurex nas cores preto e azul, enquanto o resto da banda teve suas peças escolhidas a dedo no brechó "Minha vó tinha".

Aos interessados em participar, as gravações vão acontecer no Carioca Club, que fica na Rua Cardeal Arcoverde, 2899, Pinheiros, São Paulo (SP). O valor dos ingressos varia entre R$50 e R$100, vendidos na bilheteria da casa ou no site www.cariocaclub.com.br.



Fotos: Use fashion/Divulgação
Por:Lucas Schwantes / lucas.schwantes@usefashion.com

2º Design Forum Megatendências, 2º Design Forum MegatendênciasEvento tratou das gerações X, Y e Z, colocando a sustentabilidade nos novos hábitos

Discute-se muito sobre consumo e nunca se consumiu tanto quanto atualmente. Fala-se cada vez mais em sustentabilidade, mas é fato que há necessidade de alteração no modo de vida atual. Esse foi o tema central do 2º Design Forum Megatendências: discutir a necessidade de práticas mais sustentáveis para se continuar a viver na Terra, mostrando que os seres humanos precisam se transformar em uma espécie melhor, que preserve os recursos naturais, repense hábitos e recrie processos.   Realizado no Hotel Renaissance, em São Paulo, no dia 3 de agosto, o evento teve a participação de palestrantes internacionais como Giorgio Bersano e Roberto Panzarini, além de brasileiros já consagrados, como Guto Requena. UseFashion esteve presente e destaca os melhores momentos.

José Saramago – Um escritor nunca morre enquanto sua obra continuar viva

O mundo lamentou  o falecimento de José de Sousa Saramago. Nascido no dia 16 de novembro de 1922, em Azinhaga (Golegã – Portugal), o escritor, jornalista, dramaturgo, contista, tradutor, romancista e poeta era reconhecido internacionalmente. Tal perda será lamentada não somente no universo literário, mas também por fãs, admiradores e por autoridades portuguesas e espanholas, como Juan Carlos e Sofia (Reinado da Espanha).

Saramago morreu aos 87 anos por falência múltipla de órgãos, em decorrência de uma leucemia crônica. Ele estava acompanhado por sua esposa Maria del Pilar del Rio Sanches na ilha canária de Lanzarote, onde vivia. Seu corpo será velado tanto na Espanha como em Portugal e provavelmente será cremado.

Bom Livro

De Marcos Cobra. Neste livro, Marcos Cobra discorre sobre a relação entre moda e marketing, auxiliando tanto estudantes como profissionais envolvidos nesse mercado a compreender a forma como a moda estimula o consumo.

Corta ou não corta o cabelo

Este é meu corte atual, só a cor que é mas avermelhada e eu estou doida para corta meus cabelos e o corte que estou de olho é da personagem de Gabriela Duarte na novela passione só me falta coragem rsssss
só tenho que espera a franja da uma crecidinhs e vou lá

De carona na moda! Mini Cooper by Calvin Klein, Diane Von Fustenberg e Kenneth Cole


O charmoso Mini Cooper da BMW ganhou um toque pra lá de especial de 3 pesos-pesados do mundo fashion. Para colaborar com um leilão beneficente os estilistas Francisco Costa, da Calvin Klein, Kenneth Cole e Diane Von Furstenberg, customizaram o automóvel. O valor arrecadado com a venda de cada modelo foi doado para pesquisas que buscam a cura da Aids. Grandes marcas e renomados estilistas em prol de uma boa causa e de uma boa campanha publicitária! Quem dá mais?
























Fonte:http://nmarinho.wordpress.com/

Conteúdo inicial necessário para criação de uma vitrine é:

1.História da Vitrina 
2.O que é Vitrinismo
3.Perfil do Vitrinista
4.Características das Vitrinas
5.Instalações Comerciais
6.Datas Comemorativas
7.Tipos de Comércio
8.Arquitetura da Vitrina
9.Simetria
10.Assimetria
11.Ferramentas
12.Forração
13.Como Expor as Mercadorias
14.Técnicas de Exposição
15.Importância da Iluminação
16.Noções de Cor
17.Pintura
18.Tipos de Papel

Algumas dicas de como fazer de sua vitrine seu melhor cartão de visita:



1. Produtos bem expostos, com iluminação adequada, farão sua loja se destacar e atrair o consumidor;
2. Não transforme sua vitrine num ambiente poluído: mostrar "tudo" o que se tem na loja dificulta a visualização;
3. Atenção com os cartazes de ofertas, promoções condições de pagamento ou liquidação - é necessário discrição;
4. Não cometa alguns dos pecados mais freqüentes de uma vitrina mal arrumada:
A. Utilização de fio de nylon muito grosso, que pode ser visto de longe. O ideal é o 0,20 mm de espessura;
B. Mercadoria amarrotada;
C. Alfinetes aparecendo;
D. Luz mal direcionada;
E. Arremates mal feitos.
5. Mercadorias de qualidade diferente ou sem afinidade;
6. A montagem de uma vitrina exige um planejamento prévio, relacionado à definição do tema a ser desenvolvido e à seleção de mercadorias, cores a serem usadas e os materiais a serem empregados.


Fonte:
http://www.portaldasjoias.com.brSites acessados em 09*08*2010

byMK - Comunidade de Moda: OMG ! i frikin' love Vampyres