Google+ Badge

sábado, 14 de março de 2009

Algumas das criaturas mais venenosas da Terra








Esta simples rãzinha é uma das criaturas mais venenosas que existem neste planeta. Segundo a Wikipedia ele é o mais venenoso. O nome da espécie é Phyllobates Terribilis - O “Teribilis” tem um certo sentido de ser, porque o veneno alcalóide desta rã, causa parada respiratória imediata e um único adulto do P.Terribilis tem homobatracotoxina suficiente para matar 20.000 cobaias ou 100 pessoas!

Para se ter uma idéia do veneno, galinhas e cães que entraram em contato com um papel toalha onde o sapo andou morreram.
O veneno P. Terribilis, a homobatracotoxina é extremamente rara na natureza, só sendo encontrada em outros três sapos da Colombia e dois pássaros venenosos de Papua, na Nova Guiné.
Embora mate tudo que eventualmente o coma, o sapo tem como predador principal uma cobra Liophis epinephelus que é bem resistente ao veneno do sapo, mas não totalmente imune.
O veneno alcalóide provém de insetos venenosos que fazem parte de sua dieta. Isso explica porque ao longo do tempo em cativeiro, o P. terribilis perde lentamente seu veneno. A criatura que transmite os alcalóides assassinos para a rã é um besouro da família Melyridae.Para se ter uma idéia do poder letal do veneno deste treco, dois décimos de micrograma desta toxina pode matar um humano em poucos minutos. Cada adulto contém 200 microgramas em sua pele.
Os índios pegam estas rãs com muito medo e passam as pontas das flexas nas costas delas. Depois de esfregadas, as flexas ficam letais por mais de dois anos. Assim, os índios pegam macacos e outros animais com mais facilidade. Para capturar a bizarra rãzinha, o índio tem que ser muito macho e usar uma folha de bananeira como luva de proteção.
Os médicos e laboratórios farmacêuticos estão estudando as moléculas da homobatracotoxina para encontrar um caminho para remédios mais potentes, como relaxantes musculares e anestésicos, uma vez que o veneno da rã teria potencial para dar origem a um anestésico bem mais potente que a morfina.
O P.Terribilis pode ter outras cores, como verde, branco e creme, além da versão amarelo-dourado aí da foto. Ele é encontrado na Colômbia, Bolívia, Equador, Brasil e por toda a área tropical da América do Sul, sobretudo na Amazônia, pois a rã vive em lugares úmidos e com muita chuva e calor.
Outro animal terrívelmente venenoso é a Sea Wasp, também conhecida como água-viva caixa ou vespa do mar. Comum nos mares da Austrália, este é um animal totalmente não agressivo. Ela não precisa ser agressiva. Apenas nada seguindo a corrente, e seus etntáculos invisíveis se espalhando ao redor até que um desavisado peixinho (ou humano) encoste neles.
Quando isso ocorre, os nematócitos - as microscópicas cápsulas de veneno espalhadas nos tentáculos entram em ação.
As glândulas segregadoras do veneno funcionam por contato com os produtos químicos da pele, então se você usar algo tão fino quanto uma meia-calça, já está protegido da picada! É por isso que os sufristas e salva-vidas australianos usam meia-calça nos braços e pernas, já que a mera superfície da meia previne o contato da pele com o tentáculo, evitando a liberação do veneno.
Mas se você não souber desse macete e entrar em contato com o tentáculo, sentirá a dor imediata, o que pode levar a uma tentativa desesperada de nadar para longe. O problema é que os longos tentáculos dessa água viva são praticamente invisíveis e podem se espalhar facilmente. A pessoa em agitação pode eventualmente se embolar nos tentáculos, provocando uma reação que levaria a morte. A ação do veneno é tão rápida (mata um adulto em 45 segundos) e potente que a vítima não tem tempo de nadar para a praia e morre ali mesmo. O veneno deste animal age rapidamente porque a água viva não pode se dar ao luxo de perseguir sua presa. E a natureza frágil do seu corpo poderia correr serio risco se o veneno não paralisar imediatamente seu “almoço”.
Embora seja possível, mortes associadas a vespa do mar são raras. O mais comum é que pessoas tenham partes do corpo severamente “queimadas” pelo contato com os tentáculos. Para isso, há um anti-veneno elaborado a partir do próprio veneno das águas-vivas. O mais difícil é o cara conseguir nadar até a praia para poder tomar o anti-veneno.
O polvo de anéis azuis é um dos bichos mais venenosos que habitam os oceanos. Pequeno, com o tamanho de uma bola de golfe, esta criatura bonita com anéis azuis quase luminosos em seu corpo mata um humano adulto com extrema facilidade e rapidez.
Primeiro você sente náusea. Sua visão fica borrada. Em poucos segundos você já está cego. Em seguida perde o tato. Você já não pode falar ou mesmo engolir. Em três minutos você está paralisado e incapaz de respirar.
A mordida do polvo de anéis azuis pode ocorrer até mesmo quando o mergulhador usa roupas de proteção. A última coisa que você vê são os belos anéis azuis que só ficam visíveis quando o bicho vai atacar. Não há nenhum atídoto conhecido para o veneno deste polvinho. O único tratamento são horas de massagem cardíaca e respiração artificial até o veneno sair da corrente sanguínea. O veneno não é injetado, mas está presente na saliva do animal, que vem de duas glândulas tão grandes quanto o cérebro dele. O veneno da glândula 1 é relativamente fraco e é usado para matar peixinhos, caranguejos e outros animais marinhos de pequeno porte e é relativamente sem risco para o ser humano. Mas em compensação, o veneno da glandula 2, é a defesa do animal contra predadores e é terrívelmente mortal.
Existem duas espécies desse animal. O Hapalochlaena lunulata, que é o maior chegando até a 20cm. E tem o Hapalochlaena maculosa, menor e mais comum, que pesa apenas 28 gramas. Os dois tipos habitam os recifes de coral da Austrália.
Outro bichim do Evil and Twisted, é um tal de Afrur. Trata-se de um inseto que só é encontrado no deserto do Sinai, no Oriente médio. Afrur em hebraico significa terra, sujeira, e o bicho tem este nome porque ele se recobre com a terra do deserto para se camuflar. Por isso é praticamente invisível.
Parente do nosso “Barbeiro”, que transmite a doença de Chagas, o holotrichius innesi realmente é um inseto venenoso, que habita o deserto de Sinai e Negev em Israel. De acordo com este PDf e outras referências especializada sem insetos raros, o Afrur tem um veneno neurotóxico e hemotóxico. Ele se alimenta de sangue como parte do seu processo de amadurecimento.
A criatura é mortal e só foi descoberta pela ciência em 1967 quando um grupo se soldados do exército israelense foi dizimado pelo inseto. Foram encontrados mortos em suas tendas de campanha. Os testes feitos pela Universidade de de Jerusalém determinaram que o veneno de uma víbora local mata um rato em um minuto e alguns segundos. Uma cobaia exposta ao veneno do Arfur, morre em três segundos! Especialistas em toxinas e venenos diversos, afirmam que a mordida de uma serpente é como a mera picada de um mosquito comparada com a potência da toxina deste inseto. O veneno é injetado através de um rostrum usado para perfurar e drenar o sangue que mede um terço do tamanho do bicho. Holotrichius innesi é o nome científico da criatura. Eu custei para achar a foto do puto, mas neste forum um cara diz que é este bicho aí, embora o nome na foto seja Holotrichius Rotundatus, trata-se do holotrichius innesi.
Não há um consenso sobre qual seria a serpente mais venenosa que existe. Mas muitos pesquisadores e biólogos apostam suas fichas na Fiercy Snake, que é uma cobra da Austrália que se alimenta quase exclusivamente de sapos e ratos. Ela não é agressiva contra humanos a menos que se sinta ameaçada. Uma modida com as enormes presas da Fiercy Snake é suficiente para matar mais de 100 humanos adultos ou 250.000 cobaias. Trata-se de um veneno neurotóxico que leva o adulto para o caixão em menos de 45 minutos.
Ela libera uma quantidade enorme de veneno numa boa mordida, podendo atingir 110mg. O veneno da Fiercy é 50 vezes mais tóxico que o veneno da Cobra Indiana (esta cobra chama-se “cobra” mesmo) e 850 vezes mais potente que o da Estern Diamondblack. A Fiercy muda de cor de acordo com a estação do ano, ficando amarela no verão e marrom no inverno. É uma cobra enorme que pode alcançar 2,20 metros quando adulta.
span style="font-weight:bold;">Entre os aracnídeos, em específico as aranhas, uma das mais perigosas aranhas é a “aranha da teia em funil”, a mais venenosa da família Hexatelidae. Morfologicamente, esta aranha lembra a tarântula, que é praticamente inofensiva, embora seu corpo seja um pouco menor. Suas presas (Quelíceras) são absurdamente grandes, podendo penetrar facilmente na pele e até em sapatos macios, o que pode resultar em morte. Uma curiosidade desta aranha é que seu veneno, uma atracotoxina ACTX, é potencialmente letal em primatas (como nós) mas quase não surte efeito em ratos, cavalos, coelhos, porquinhos da índia e também em cães. Acredita-se que o veneno da fêmea seja seis vezes mais letal para os humanos que o veneno dos machos da mesma espécie. A morte pode ocorrer entre 15 minutos e dois dias, dependendo do organismo da vítima.

E a planta mais venenosa?

A mais poderosa das toxinas vegetais é a abrina, encontrada no jequiriti ou jequirité, trepadeira brasileira conhecida também como arvoeiro e jefingo. A abrina provoca a aglutinação das células vermelhas do sangue, formando coágulos e impedindo a circulação corpórea. Ela leva a morte e se você puxar pela memória, vai lembrar que ela é a “planta proibida” que matou o casal de amantes no filme lagoa Azul.

sexta-feira, 13 de março de 2009

Bond salvou Craig da crise de meia-idade



Chega um momento na vida qualquer pessoa que uma crise existencial bate à porta. Este momento geralmente está relacionado à meia-idade. O ator britânico Daniel Craig, no entanto, revelou que não passou nem deve passar por esse momento e interpretar o agente James Bond em 007 - Cassino Royale (2006) e 007 Quantum Of Solace (2008) foi crucial para que o ator de 40 anos recém-completos tenha escapado dessa sina.

"Espero não ter uma crise de meia-idade", revelou Craig, de acordo com a agência de notícias Wenn. "Quero dizer, enquanto tenho essa crise, dirijo por aí num (carro) Aston Martin, vestindo ternos bem-cortados e passeando com belas garotas, estou resolvendo minha crise nos filmes", brincou o ator, referindo-se às "dificuldades" que passou ao atuar como o espião bon vivant James Bond.

Penélope Barbosa Corrêa 5 anos uma vida roubada



Mas uma pequena vida ceifada antes, muito antes do tempo... agora o mas doloroso
nessa historia, (mas uma dentre tantas que estão acontecendo no exato momento em que você está lendo este texto), é que esta pequena vida foi ceifada por quem deveria por ela zelar , proteger cuida! Até quando nossas crianças serão vitimas do acaso, da violência domesticas do pouco caso da sociedade e mas como em pleno século XXI um aeroclube não tem nenhum sistema de segurança? Qualquer maluco pode chegar pegar um avião e sair pilotando por ai colocando a própria vida e de todos em risco e se não fosse Deus em forma de arvore essa tragédia seria muito muito pior porque ao invés de cair sobre vinte tres carros seria na entrada principal de um shopping Center mas isto é só o meu desabafo pela dor que sinto por esta criança e mas ainda por sua mãe que agora terá que conviver com a angustia de não mas ter o seu bebê ao seu lado que Deus tenha misericórdia de todos nois.

quinta-feira, 12 de março de 2009

Quem foi Dante Alighieri?


DN:Entre 21 de maio e 21 de junho, 1265, Florença (Itália)
DM:14/09/ 1321, Ravena (Itália)
Poeta Italiano
Filho de importante família florentina, não se sabe a data exata de nascimento de Dante Alighieri, o poeta que definiu e estruturou o idioma italiano moderno. A península Itálica na sua época era um mosaico de pequenos Estados que não compartilhavam sequer a mesma língua ou cultura. Aos nove anos de idade Dante conheceu Beatrice (Beatriz) Portinari, que seria a musa inspiradora ao longo de sua obra: com 16 anos ele voltou a encontrá-la e escreveu para ela o primeiro de seus famosos sonetos de amor. Dois anos depois, casou-se com Gemma, com quem teve três filhos. O casamento estava combinado entre as famílias desde a infância dos noivos. O amor por Beatriz deu a partida na moda do amor romântico em italiano. A morte da amada, em 1290, levou Dante ao estudo de filosofia latina e religiosa, conhecimentos que inspiraram sua principal obra. A "Divina Comédia" conta uma viagem imaginária de Dante. O poeta romano Virgílio, seu autor clássico preferido, é o guia no caminho pelo Inferno e Purgatório, onde se encontram personalidades históricas e muitos poderosos da época. No Paraíso, Dante é levado por sua amada Beatriz, a um final feliz. O sentido original da palavra comédia (commedia, em italiano) era oposto ao de tragédia, que terminava mal para os personagens. O poema tem estrutura épica, base filosófica, e foi escrito na língua toscana, muito próxima do italiano atual. No final do século 13, Dante Alighieri afirmava que essa língua chamada de vulgar, isto é, o vernáculo, era ainda mais nobre que o latim, pois não era artificial e nem privilégio de poucos. A decisão de Dante de escrever seu grande poema em italiano, a língua falada pelo povo - e a inovação, no século seguinte, da imprensa de tipos móveis, foram marcos na alfabetização e na liberalização da sociedade européia. O poeta foi médico-farmacêutico, mas não estava interessado na profissão. Entrou na guilda (corporação de ofício) dos boticários por causa de uma lei de 1295, que reservava os cargos públicos a nobres membros de alguma Corporação de Artes e Ofícios. Dante combateu ao lado dos cavaleiros florentinos, em 1289, contra os de Arezzo. De 1295 a 1300, fez parte do Conselho dos Cem, que governava a cidade. Ele chefiou uma delegação de embaixadores de Florença a Roma, para negociar a paz com o papa Bonifácio 8º., que enviara uma tropa para pacificar a região da toscana. Exceto Dante, a comitiva retornou à cidade. Enquanto ele estava retido pelo papa, a cidade foi ocupada por uma facção rival, que matou a maioria dos membros do partido ao qual o poeta era ligado. Dante foi condenado ao exílio pelo novo governo de Florença. Se fosse capturado por soldados da cidade seria queimado vivo. Após passar por vários principados, em 1318, ele foi convidado para ser hóspede de Guido Novello da Polenta, príncipe de Ravena, onde morreu em 1321, o mesmo ano em que terminou de escrever os versos do Paraíso, a parte final de sua "Divina Comédia".

Algumas coisas sobre São Tomáz de Aquino filósofo e teólogo italiano


DN:1225, Roccasecca, perto de Nápoles (Itália)
DM:7 de março de 1274, Convento de Fossanova, Província de Latina (Itália)

Nascido em uma família de nobres, Tomás de Aquino fez os primeiros estudos no castelo de Monte Cassino. Em Nápoles, para onde foi em 1239, estudou artes liberais, ingressando, em seguida, na Ordem dos Dominicanos, em 1244. De Nápoles, a caminho de Paris, em companhia do Geral da ordem, foi seqüestrado por seus irmãos, inconformados com seu ingresso no convento. No ano seguinte, fiel à sua vocação religiosa, viajou a Paris, onde se tornou discípulo de Alberto Magno, acompanhando-o a Colônia. Em 1252, voltou a Paris, onde se formou em teologia e lecionou durante três anos. Depois de voltar à Itália, foi nomeado professor na cúria pontifical de Roma. Ensina, durante anos, em várias cidades italianas. Uma década depois, retorna a Paris, onde leciona até 1273. A seguir, parte para Nápoles, onde reestrutura o ensino superior. Em 1274, convocado pelo papa Gregório 10º, viaja para participar do Concílio de Lyon. Adoece, contudo, durante a viagem, vindo a falecer no mosteiro cisterciense de Fossanova, aos 49 anos de idade. Chamado de Doutor Angélico e de Príncipe da Escolástica, Tomás de Aquino foi canonizado em 1323 e proclamado doutor da Igreja Católica em 1567.

Provas da existência de Deus
A primeira questão de que se ocupa Tomás de Aquino - na Suma Teológica, sua obra máxima - é a das relações entre a ciência e a fé, a filosofia e a teologia. Fundada na revelação, a teologia é a ciência suprema, da qual a filosofia é serva ou auxiliar. À filosofia, procedendo de acordo com a razão, cabe demonstrar a existência e a natureza de Deus.

Profundamente influenciado por Aristóteles, Tomás de Aquino sustenta que nada está na inteligência que não tenha estado antes nos sentidos, razão pela qual não podemos ter de Deus, imediatamente, uma idéia clara e distinta.

Assim, para provar a existência de Deus, o filósofo procede a posteriori, partindo não da idéia de Deus, mas dos efeitos por ele produzidos, formulando cinco argumentos, cinco vias:

1) o movimento existe e é uma evidência para os nossos sentidos; ora, tudo o que se move é movido por outro motor; se esse motor, por sua vez, é movido, precisará de um motor que o mova, e, assim, indefinidamente, o que é impossível, se não houver um primeiro motor imóvel, que move sem ser movido, que é Deus;

2) há uma série de causas eficientes, causas e efeitos, ao mesmo tempo; ora, não é possível remontar indefinidamente na série das causas; logo, há uma causa primeira, não causada, que é Deus;

3) todos os seres que conhecemos são finitos e contingentes, pois não têm em si próprios a razão de sua existência - são e deixam de ser; ora, se são todos contingentes, em determinado tempo deixariam todos de ser e nada existiria, o que é absurdo; logo, os seres contingentes implicam o ser necessário, ou Deus;

4) os seres finitos realizam todos determinados graus de perfeição, mas nenhum é a perfeição absoluta; logo, há um ser sumamente perfeito, causa de todas as perfeições, que é Deus;

5) a ordem do mundo implica em que os seres tendam todos para um fim, não em virtude de um acaso, mas da inteligência que os dirige; logo, há um ser inteligente que os dirige; logo, há um ser inteligente que ordena a natureza e a encaminha para seu fim; esse ser inteligente é Deus.

Homem, alma e conhecimento
Para Tomás de Aquino, o homem é corpo e alma inteligente, incorpórea (ou imaterial), e se encontra, no universo, entre os anjos e os animais. Princípio vital, a alma é o ato do corpo organizado que tem a vida em potência. Contestando o platonismo e a tese das idéias inatas, Tomás de Aquino observa que se a alma tivesse de todas as coisas um conhecimento inato, não poderia esquecê-lo, e, sendo natural que esteja unida a um corpo, não se explica porque seja o corpo a causa desse esquecimento.

Conhecer, para Tomás de Aquino, não é lembrar-se, como pretendia Platão, mas extrair, por meio do intelecto agente, a forma universal que se acha contida nos objetos sensíveis e particulares. Do conhecimento depende o apetite, ou o desejo, inclinação da alma pelo bem. O homem, segundo Tomás de Aquino, só pode desejar o que conhece, razão pela qual há duas espécies de apetites ou desejos: os sensíveis e os intelectuais. Os primeiros, relativos aos objetos sensíveis, produzem as paixões, cuja raiz é o amor. Quanto aos segundos, produzem a vontade, apetite da alma em relação a um bem que lhe é apresentado pela inteligência como tal. Seguindo Aristóteles, Tomás de Aquino diz que, para o homem, o bem supremo é a felicidade, que não consiste na riqueza, nem nas honrarias, nem no poder, em nenhum bem criado, mas na contemplação do absoluto, ou visão da essência divina, realizável somente na outra vida, e com a graça de Deus, pois excede as forças humanas. Catedral de idéias expressão e apogeu do mundo medieval, o tomismo é uma catedral de idéias, em que a teologia do século 13 encontrou sua formulação mais coerente e mais sólida. No entanto, nem sempre foi aceito pelos escolásticos medievais: os seguidores de Duns Scotus, por exemplo, combateram o seu intelectualismo. Somente na segunda metade do século 16 o tomismo foi reconhecido como arma de defesa e ataque da Contra-Reforma, época em que surgiram os grandes comentaristas do sistema, entre os quais o dominicano português Johannes de Sancto Thoma (1589-1644). Depois de uma época de esquecimento, entre os séculos 18 e 19, o tomismo renasceu sob a denominação de neotomismo, escola filosófica representada, por exemplo, pelos filósofos Étienne Gilson e Jacques Maritain.

Fonte:Enciclopédia Mirador Internacional

Ser cobaia não é bom!



A Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio) vai votar no próximo dia 19 de março a liberação do arroz transgênico no Brasil, que se tornaria o primeiro país no mundo a ter um arroz transgênico aprovado para plantio e consumo.

Ao contrário do que a lei exige, não há estudos de impactos ambientais, nem sobre a segurança de consumo deste arroz transgênico. No entanto, diversos estudos apontam perigo no uso do agrotóxico da Bayer, tanto para o meio ambiente como para a saúde humana.

Até agora só foram feitos testes em ratos de laboratório, caso este arroz seja aprovado os testes serão feitos em você!

Se você não quer ser cobaia da Bayer, junte-se a nós.

Um abraço,

Greenpeace

Felicidade tem preço?





Todo mundo quer ser feliz, quer se sentir leve, alegre, quer ter aquela vontade de cantar alto quando ouve uma música que gosta, quer se sentir confiante ao acordar, quer fazer amizade com a vida e sorrir para o espelho antes de se deitar. Todo mundo quer essa sensação gostosa de liberdade que temos quando somos simplesmente quem somos, que delícia é isso!
"A vida é curta, é um sopro, um sonho, um brilho fugaz na eternidade do Universo, e passa tão rápido. Um dia tudo o que você terá, serão as escolhas que fez na sua vida. Faça com que esse dia seja feliz, e que ao olhar para trás um sorriso venha à sua face.

Vamos, seja corajoso!

Só os corajosos tocam a felicidade"
http://lh5.ggpht.com/_VQ9Ro09H4VM/Rs_5F-tSuYI/AAAAAAAAAE4/a1ZzouvMSeI/5.jpg

quarta-feira, 11 de março de 2009

O que é Lua fora de curso?


Quando a Lua transita por um signo e não faz mais nenhuma angulação com qualquer planeta até entrar no próximo signo.

planeta até entrar no próximo signo.

Normalmente a Lua fora de curso ocorre durante um período pequeno de tempo, alguns minutos ou algumas poucas horas. A Lua está inatingível e conseqüentemente os assuntos que exigem uma postura mais prática e objetiva ficam prejudicados. É como se fosse um período de retiro, quando se sai da rota conhecida para uma posição sem controle e sem definição.

Assim, podemos nos atrasar muito em algum encontro, passar por toda a sorte de imprevistos, fazer negócios sem muita expressão ou compras inúteis. É como se fossemos levados compulsivamente a andar sem rumo.....fora do curso!

Evitar – compromissos que exijam decisões importantes; abrir algum negócio; mudanças de casa; questões importantes com relação à saúde como cirurgias; início de relacionamentos que se pretende duradouros.

Permitir – meditação; expressão artística; passeios descompromissados; relaxamentos e descansos; continuação de assuntos iniciados anteriormente.

DATA INI HORA INI DATA FIM HORA FIM
09/ 03 04h56 09/03 12h34
11/03 02h48 11/03 15h46
13/03 19h39 13/03 21h22
15/03 21h43 16/03 06h21


Fonte: http://www2.uol.com.br/vyaestelar/lfc.htm

Exercícios para cérebros enferrujados

CALMA NÃO ESTA TUDO ESCRITO ERRADO NÃO É UM TESTE oK
De aorcdo com uma peqsiusa
de uma uinrvesriddae ignlsea,
não ipomtra em qaul odrem as
Lteras de uma plravaa etãso,
a úncia csioa iprotmatne é que
a piremria e útmlia Lteras etejasm
no lgaur crteo. O rseto pdoe ser
uma bçguana ttaol, que vcoê
anida pdoe ler sem pobrlmea.
Itso é poqrue nós não lmeos
cdaa Ltera isladoa, mas a plravaa
cmoo um tdoo.
Sohw de bloa.

CONTINUAÇÃO
Fixe seus olhos no texto abaixo e deixe que a sua mente leia corretamente o que está escrito..

35T3 P3QU3N0 T3XTO 53RV3 4P3N45 P4R4 M05TR4R COMO NO554 C4B3Ç4 CONS3GU3 F4Z3R CO1545 1MPR3551ON4ANT35! R3P4R3 N155O! NO COM3ÇO 35T4V4 M310 COMPL1C4DO, M45 N3ST4 L1NH4 SU4 M3NT3 V41 D3C1FR4NDO O CÓD1GO QU453 4UTOM4T1C4M3NT3, S3M PR3C1S4R P3N54R MU1TO, C3RTO? POD3 F1C4R B3M ORGULHO5O D155O! SU4 C4P4C1D4D3 M3R3C3! P4R4BÉN5!

Consegues encontrar 2 letras B abaixo? Não desistas VC CONSEGUE

RRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRR
RRRRRRRRRRRBRRRRRRRRRRRRRRRRRRRR
RRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRR
RRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRR
RRRRRRRRRRBRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRR
RRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRR

Uma vez que encontrares os B , ENCONTRE AGORA O 1

IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII
IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII
IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII
IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII
IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII
IIIIIIIIIIII1IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII
IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII
IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII
IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII
IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII
IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII


VIU NOSSO CELEBRO É REALMENTE INCRÍVEL!!!

Tristeza


As vezes a vida nos prega peças que parecem filmes que se repetem, o que fazer se para todo lado em que jogamos amor vem em troca muita rancor , maldade e ingratidão? Tem pessoas que acham ter o direito de pisar, humilhar e desfazer de seus semelhantes , chegam a ter plena certeza que os outros estão no mundo para lhe servir, fico triste com muitas dessas situações , situações essas que eu mesma venho passando ao longo da minha existência essas coisas me fazem mal e me deixam triste , de um tipo de tristeza que muitos dos meus semelhantes ainda não conhecem e que talvez muitos nunca venham a conhecer, a tristeza da ALMA, minha alma imortal já não suporta tanta crueldade sei que tem um plano neste plano que tenho que termina mas a cada dia fica mas difícil suporta a vida como ela se apresenta não estou pronta para coexistir com seres tão pouco desenvolvidos e que não fazem o mínimo esforço para apreender e que quando tem esta chance jogam fora pela ignorância que lhe são características minha esperança é que em outra plano as coisas sejam e devem ser mas fácil bem mas isso é só o meu pensar minha opinião sem importância um desabafo ou sei la o que algo que precisava exteriorizar bem vou parar por aqui senão não terei tela que caiba tudo que tenho para dizer são bobagens minhas bobagens sei lá......

terça-feira, 10 de março de 2009

Dustin Hoffman trocaria o cinema pela música


Dustin Hoffman (A Loja Mágica de Brinquedos) pode ter muitas conquistas em sua carreira como ator, inclusive dois Oscars de Melhor Ator (por Rain Man e Kramer vs. Kramer), mas, aos 71 anos, ele conta estar disposto a trocar a carreira em Hollywood para se tornar um músico de jazz, de acordo com o Imdb.
Para isso, Hoffman está tendo aulas de piano. "Prometi a mim mesmo que, antes de ‘pendurar as chuteiras’, quero me tornar um músico de jazz decente", afirmou o ator. "O cara que está me dando aulas disse que isso pode ocorrer depois de um ano de treinamento", afirma. "Se Deus me desse um tapinha no ombro e me fizesse escolher entre a atuação e o piano, tomaria minha decisão rapidamente", conclui.
Hoffman, que emprestou a voz ao personagem Shifu na versão original da animação Kung Fu Panda, protagoniza a comédia romântica Last Chance Harvey, que estreia por aqui em 17 de abril.
Fonte:www.cineclick.com.br

Divulgada a primeira foto de Milla Jovovich em A Perfect Getaway



A atriz Milla Jovovich (Resident Evil) interpretará uma ex-stripper alcoólatra no longa Keep Coming Back, informou o The Hollywood Reporter. O longa marcará a estréia do ator William H. Macy (Obrigado Por Fumar) na direção de longas.
A trama, roteirizada por Will Aldis, conta a história de um jovem superprotegido que entra para um grupo dos Alcoólatras Anônimos para seduzir a mulher de seus sonhos, interpretada por Milla. Steve Buscemi (Paris, Te Amo) e Macy também irão atuar no longa.Keep Coming Back será produzido por Rachel Rothman, Tucker Tooley e Dan Keston. As filmagens começam em 2009 na Georgia.
O site Worst Previews divulgou nesta terça-feira (10/3), a primeira foto da atriz Milla Jovovich (Residente Evil) no longa A Perfect Getaway, do diretor David Twohy (A Batalha de Riddick).
O longa se passa no Havaí, com um casal em lua-de mel. Eles conhecem dois alpinistas que são viciados em matar. Jovovich interpreta a mulher de Steve Zahn (Mensagem para Você) enquanto Kiele Sanchez (da série Lost) é a companheira de Timothy Olyphant (Hitman - Assassino 47).
Twohy não só dirige como também assina o roteiro de A Perfect Gateway, distribuído pela MGM.
Fonte: www.cineclick.com.br

Filipinos encontram menor tubarão-baleia já visto



Grupo de ecologistas encontra na região leste do arquipélago filipino um filhote de tubarão-baleia de apenas 38 centímetros de comprimento, o menor exemplar vivo achado até agora desse que é o maior peixe do mundo.
Um grupo de ecologistas filipinos encontrou na região leste do arquipélago um filhote de tubarão-baleia de apenas 38 centímetros de comprimento, o menor exemplar vivo achado até agora desse que é o maior peixe do mundo.

O Fundo Mundial para a Natureza (WWF) informou hoje que o animal foi descoberto na semana passada na província de Sorsogon, 350 quilômetros a sudeste da capital, e foi fotografado antes de ser devolvido ao mar.

Segundo os ativistas, sua pequena cauda havia ficado presa em uma das cordas que amarram os navios à praia.

A descoberta dá esperança aos cientistas de que os tubarões-baleia possam ter escolhido para algum fim a baía de Sorsogon, onde nadar com os gigantescos animais já virou uma das maiores atrações turísticas do país.

Até agora, o único exemplar de filhote menor que o encontrado pelos filipinos havia sido um outro achado no útero de uma fêmea que ficou encalhada em 1996, segundo a WWF.

O tubarão-baleia (rhinchodon typus) é o maior dentro da família dos esqualos, que pode medir até 20 metros de comprimento e pesar 18 toneladas. O animal, porém, não representa perigo ao homem, pois se alimenta exclusivamente de micro-organismos do plâncton marinho.

Esse animal chega a viver 100 anos e nada em todos os mares temperados do planeta, exceto no Mediterrâneo.
Fonte : Uol noticia

segunda-feira, 9 de março de 2009

O que deu errado no Titanic?



O Titanic deveria ter sido o mais luxuoso e seguro navio de passageiros do mundo, mas no terceiro dia de viagem bateu num iceberg e afundou. O que aconteceu?
ntrodução a Como funcionam os icebergs

Icebergs - pedaços de gelo gigantescos flutuando no mar. O que mais precisamos saber? Na verdade, muita coisa. Os icebergs têm muito de enganoso. É verdade que a porção maior de um iceberg fica embaixo da água, invisível, mas essas placas de gelo aparentemente estéreis abrigam também um ecossistema próprio, bastante complexo e dão forma aos ecossistemas pelos quais passam Os icebergs podem parecer bastante ameaçadores - espalham-se pelas latitudes oceânicas elevadas como minas e um deles causou o naufrágio do Titanic, um navio considerado impossível de se afundar. Eles também parecem muito promissores - seria realmente possível rebocar um deles até Los Angeles e derretê-lo para propiciar água potável? Seria possível viver em um deles?

Os cientistas ainda estão aprendendo sobre os icebergs. Estudá-los é difícil e pode ser difícil até mesmo chegar a eles. Embora saibamos de onde eles vêm e tenhamos uma idéia geral sobre a maneira pela qual se comportam, toda expedição a um iceberg revela algo de novo. De blocos flutuantes não maiores que um carro a ilhas do tamanho do Estado do Connecticut, os icebergs tomam muitas formas diferentes.

Neste artigo vamos partir em direção aos mais frios oceanos do planeta a fim de explorar os icebergs - o que existe por cima, por dentro e por baixo deles - para descobrir como funcionam e por que podem ser tão perigosos. Vamos também "visitar" o maior iceberg já registrado.

Mais uma coisa que você deve saber sobre icebergs antes de iniciarmos nossa viagem: eles podem explodir.
Para saber mas entre no site do uol em http://ciencia.hsw.uol.com.br/iceberg.htm

Super dicas por:


Reinaldo Polito
é mestre em ciências da comunicação, palestrante e professor de expressão verbal. Escreveu 15 livros que venderam mais de 1 milhão de exemplares
Site: www.reinaldopolito.com.br
e-mail: polito@uol.com.br

Para falar ao vento, bastam palavras; para falar ao coração, são necessárias obras
- O estilo há de ser muito fácil e muito natural
- O Sermão há de ter um só assunto e uma só matéria
- O que sai só da boca, pára nos ouvidos; o que nasce do juízo penetra e convence o entendimento
- E como os brados no mundo podem tanto, bem é que bradem algumas vezes pregadores, bem é que gritem
Para ver outras dicas entre no meu site
Livros de minha autoria que tratam desse tema: "Como falar corretamente e sem inibições", "Assim é que se fala" e "A influência da emoção do orador", publicados pela Editora Saraiva.

Entrevista com o Padre Antonio Vieira


por: Reinaldo Polito

Com frequência ouvimos comentários elogiosos à competência do Padre Antonio Vieira. Os críticos referem-se a ele como tendo sido o maior escritor e o maior orador da língua portuguesa. Há aqueles, entretanto, que embora reconheçam seus méritos o coloquem em pé de igualdade e até em posição inferior a um seu contemporâneo, o autor de "Nova floresta", Padre Manuel Bernardes.

O filólogo Silveira Bueno, com quem tive o privilégio de conviver durante seus últimos anos de vida, ao se referir à excelência dos textos produzidos por Rui Barbosa, disse: ninguém escreveu melhor que Rui Barbosa, somente o Padre Vieira, que foi o professor dele.

A obra de Vieira é vastíssima. Há em seus sermões respostas para praticamente todas as perguntas que pudéssemos fazer. Por isso, resolvi imaginar uma entrevista hipotética com o grande pregador, especialmente levantando questões sobre a arte de falar em público.

Polito - Algumas pessoas julgam que o senhor tenha nascido no Brasil, porque fazem essa confusão? Quem foram seus pais?

Vieira - Talvez pelo fato de eu ter vindo ainda menino para o Brasil. Nasci em Lisboa no dia 6 de fevereiro de 1608 e vim para o Brasil quando ainda não havia completado 8 anos. Sou filho de Cristovão Vieira Ravasco e de D. Maria de Azevedo.

P - Como nasceu sua vocação para o sacerdócio?

V - Iniciei meus estudos no colégio da Companhia de Jesus, na Bahia, e encontrei ali campo fértil para despertar minha vocação. Na verdade, descobri de um momento para outro que esta seria a vida que desejava. Em 1623 ouvi uma pregação do Padre Manuel do Carmo, que falava sobre as penas infernais, e fiquei encantado. Naquele momento senti que seria sacerdote.

P - Como foi o início de seus estudos para se tornar sacerdote?

V - Entrei para a Companhia de Jesus aos 15 anos de idade. Não foi fácil porque meus pais foram muito resistentes a essa minha decisão. Tive de fugir para ingressar no Colégio dos Jesuítas, e pude professar ainda jovem, com 17 anos, no dia 6 de maio de 1625.

P - Seu gosto pela oratória também começou cedo?

V - Aos 18 anos atuei como professor de retórica em Olinda. Escolhi como tema das minhas aulas as obras de Sêneca e Ovídio. Confesso, entretanto, que não me sentia bem com essa atividade fechada em sala de aula, meu anseio era o de me envolver com a vida missionária. Ao contrário do meu contemporâneo Manuel Bernardes, que sempre foi mais contemplativo, eu desejava ação.

P - Não vejo o Padre Manuel Bernardes como sendo um homem apenas contemplativo.

V - Eu não disse que ele foi apenas contemplativo, mas sim que foi mais contemplativo. E estava fazendo essa observação apenas para tentar esclarecer a vida que escolhi para mim.

P - Quando se tornou padre?

V - Os jesuítas pediram que eu ficasse na Bahia para concluir os estudos de Filosofia e Teologia. Assim, pude ser ordenado padre em 1635. Sempre gostei do púlpito. Em 1640 proferi um dos meus sermões preferidos, Sermão contra os holandeses - Bom sucesso das armas de Portugal contra a Holanda.

P - Não foi nesse sermão que o senhor confrontou e interpelou Deus?

V - Absolutamente. Meu objetivo foi o de levantar o ânimo da nossa gente, usando argumentos legítimos para persuadir Deus a nos ajudar. Jamais poderia confrontar Deus sendo eu um de seus servos mais fieis.

P - O senhor disse, entretanto, nesse sermão - "Não hei de pregar hoje ao povo, não hei de falar com os Homens, mais alto hão de sair as minhas palavras ou as minhas vozes: a vosso peito Divino se há de dirigir todo o sermão".

V - Sim, disse. Foi apenas um recurso retórico para chamar a atenção daqueles que me ouviam. Se na verdade eu desejasse apenas que Deus me ouvisse faria sozinho uma prece silenciosa, não um sermão.

P - Acho difícil entender.

V - Entenderia melhor se você estivesse lá no ano de 1640, diante de uma batalha.

P - O senhor foi acusado de misturar religião com política. Em algum momento suas atividades favoreceram os poderosos?

V - Essa é uma invencionice daqueles que nunca se conformaram com a sinceridade das minhas pregações. No Sermão dos Escravos, que preguei no ano de 1653, em São Luis do Maranhão, para a 1ª Dominga da Quaresma, enfrentei os mais poderosos pleiteando que libertassem os índios do cativeiro, pois considerava pecado mortal escravizá-los.


E respondendo diretamente à sua pergunta uso as palavras que disse nesse mesmo sermão: "Subir ao Púlpito para dar desgosto, não é de meu ânimo, e muito menos a pessoas a quem eu desejo todos os gostos, e todos os bens. Por outra parte, subir ao Púlpito e não dizer a verdade é contra o ofício, contra a obrigação, contra a consciência; principalmente em mim, que tenho dito tantas verdades, e com tanta liberdade, e a tão grandes ouvidos. Por esta causa resolvi trocar um serviço de Deus por outro: e ir-me doutrinar os índios por essas aldeias". Se disser o que eu disse com tanta coragem é ser político, então eu fui um político.

P - Embora, de certa forma, a nossa conversa esteja ligada a arte de falar em público, gostaria de ser mais específico neste assunto. Lendo seus sermões será possível aprender a falar em público?

V - Não produzi os sermões com essa finalidade. O objetivo das minhas pregações sempre foi o de levar às pessoas a palavra de Deus. Por outro lado, não posso ser hipócrita e ficar com falsa humildade dizendo que não. Os sermões que proferi, embora tenham sido respaldados na verdade e na sinceridade, foram elaborados no que pude encontrar de melhor na arte oratória. A leitura criteriosa e crítica poderá dar ao leitor um bom caminho para o aprendizado da comunicação em público.

P - O senhor recomenda algum em especial?

V - O mais apropriado para essa finalidade é o Sermão da Sexagésima, que preguei na Capela real em 1655. Nessa pregação mostrei aos padres como deveriam agir para planejar e proferir seus sermões. Foi na verdade uma aula de oratória. Trato ali de todos os aspectos relevantes sobre o orador, o tema e os ouvintes. A respeito do orador analiso suas cinco "circunstâncias": a Pessoa, o Estilo, a Ciência, a Matéria e a Voz.

P - O senhor julga que esses princípios pregados há mais de 300 anos teriam aplicação prática nos dias de hoje?

V - Tenho certeza que sim. Quer algo mais apropriado para os dias de hoje que o trecho desse sermão? "Sabem, Padres Pregadores, por que fazem pouco abalo os nossos sermões? Porque não pregamos aos olhos, pregamos só aos ouvidos. Por que convertia o Batista tantos pecadores? Porque assim como as suas palavras pregavam aos ouvidos, o seu exemplo pregava aos olhos."

Diga-me, será que existe matéria mais atual que essas palavras? Já pensou se os nossos políticos, governantes, educadores, pregadores, todos, enfim, seguissem esses mesmos conselhos?!

domingo, 8 de março de 2009

Os Super-humanos - O Homem de Gelo



03/03/2009 22h06 - Por: Discovery Channel

Programa apresentará histórias impressionantes e reais de pessoas que possuem habilidades únicas. Wim Hof, conhecido como o “Homem Gelo”, possui o poder inexplicável de suportar temperaturas extremamente baixas. Wim detém nove recordes mundiais pelo mais longo banho gélido, quando ficou por mais de uma hora coberto de gelo até o pescoço. Além disso, ele também conseguiu nadar em um lago congelado por mais de 50 metros, vestindo somente uma bermuda e óculos. Wim também é a única pessoa que escalou descalço o pico mais alto da Europa, o Mont Blanc. De alguma maneira, ele é extremamente adaptável ao frio e encontrou um jeito de controlar sua fisiologia.

Ronaldo marca nos acréscimos e salva Corinthians de derrota


Pois é uma vez fenômeno sempre fenômeno podem falar , criticar fazerem uma esculacho com qualquer mal passo que ele dá, mas o talento dele esse dado por Deus ninguém pode tirar gordo ou magro ele dominar os campos de futebol e eu sou fãzona dele e este gol não foi uma vitória do Corinthians e sim uma vitória pessoal do Craque que provou que ainda tem muito gás e futebol nos pés. Salve o Ronaldo!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! campeã dos campeões